Natal/ RN - domingo, 23 de junho de 2024
(84) 99128-5300

Doação de sangue: hematologista esclarece mitos e verdades

Publicado em: 15/06/2023 - 7h49
Doação de sangue: hematologista esclarece mitos e verdades

Natal/RN – Doar sangue é um gesto altruísta, solidário e voluntário que pode salvar a vida de uma pessoa. Aliás, uma única doação é capaz de salvar até quatro vidas. Não é à toa que os hemocentros estão sempre promovendo campanhas para sensibilizar e conscientizar a população sobre a importância desse gesto nobre e que pode mudar o rumo da vida de muitas pessoas.

“A doação de sangue é fundamental para ajudar pessoas que têm doenças crônicas como talassemia, anemia falciforme e aplasia de medula óssea, ou ainda aquelas que estão com doenças muito graves, como as leucemias e mielodisplasias, para as que precisam se submeter a tratamentos e intervenções médicas de grande complexidade, como quimioterapia, transplantes de órgãos ou de medula, hemodiálise e cirurgias. Além disso, o sangue doado é indispensável para pessoas que sofreram traumas com grandes hemorragias devido a acidentes graves”, pontua a Dra. Éveny Cristine Luna de Oliveira, hematologista da Unimed Campo Grande.

Apesar de simples, ainda existem muitas dúvidas acerca da doação de sangue, e por isso a Dra. Éveny esclarece o que é mito ou verdade. Confira! 

-O sangue representa cerca de 7% do peso corporal de um indivíduo adulto. 

VERDADE – Um indivíduo de aproximadamente 70 quilos, por exemplo, possui cerca de cinco litros de sangue.

-A doação de sangue pode engrossar ou afinar o sangue. 

MITO – O ato de doar sangue não interfere na “espessura” do sangue.

-Doar sangue emagrece.

MITO. Assim como não emagrece, doar sangue também não engorda. O volume plasmático é reposto em 24 horas. Além disso, os  glóbulos vermelhos voltam aos valores de antes da doação em 1 semana, e o ferro, entre 8 e 12 semanas.

-Mulheres podem doar sangue mesmo no período menstrual. 

VERDADE – Mulheres podem doar sangue em qualquer fase, desde que atendam aos outros requisitos.

– Não existe substituto para o sangue 

VERDADE – A ciência já avançou muito e existem muitos medicamentos e substâncias que ajudam no tratamento de distúrbios sanguíneos, mas até hoje o sangue e seus componentes continuam sendo essenciais e insubstituíveis para tratar inúmeras condições médicas que só podem ser revertidas através da transfusão sanguínea.

– Não há risco de contrair doenças durante a doação. 

VERDADE- Todo o material utilizado durante a coleta é esterilizado e descartável, além disso, os doadores são submetidos a uma entrevista clínica, onde são avaliados os critérios de doação, conforme legislação vigente.

– O organismo é capaz de repor rapidamente o sangue doado.

VERDADE – Um adulto, dependendo do seu peso, possui aproximadamente entre 4 a 5 litros de sangue em seu corpo, e em uma doação são coletados, no máximo, 450 mililitros, ou seja, em torno de 10% de todo o sangue do seu organismo. O volume líquido do sangue doado é reposto pelo próprio organismo em 24h. Além disso, os glóbulos vermelhos voltam aos valores de antes da doação em 1 semana e o ferro em 8 a 12 semanas.

– Homens e mulheres devem aguardar intervalos de tempo diferente para doar novamente. 

VERDADE – Para homens, o tempo indicado é de dois meses, com um limite de quatro doações por ano. Já para as mulheres, a indicação de intervalo entre uma doação e outra é de três meses, com um limite de três doações anuais. Isso porquê a reposição de ferro no organismo é diferente entre eles devido o ciclo menstrual da mulher.

– O melhor doador é o que possui sangue O -, pois pode doar para qualquer tipo sanguíneo. 

MITO – Todos os tipos sanguíneos são importantes para a doação, sendo os mais comuns no Brasil o O positivo e o A positivo, mas qualquer pessoa de qualquer tipo sanguíneo pode precisar de sangue, e a melhor transfusão é a de tipagem totalmente compatível.

O uso de tipos O positivo ou O negativo em pessoas de outros tipos de sangue deve ser considerada apenas em eventos excepcionais de falta total de outras tiragens no banco de sangue. Além disso, o tipo O negativo é doador universal de glóbulos vermelhos, mas o tipo AB é o doador universal de plasma, hemocomponente utilizado para controle de hemorragias e componente em que estão diluídas as plaquetas. Portanto, doadores de todos os tipos sanguíneos são importantes para o sistema de saúde.

Como doar sangue  

Para fazer a sua parte nessa corrente do bem, basta procurar o hemocentro mais próximo, ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, estar bem alimentado e apresentar um documento de identificação com foto.

Em Natal o Hemonorte está localizado na Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, 1.800. Tirol. Natal/RN

Assessoria Unimed CG.

Tags: ,

O que você achou? Siga @natalemfoco no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Cobertura do Natal em Foco Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e do mundo? Siga o Natal em Foco nas Redes Sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram, no TikTok e no YouTube. Acompanhe!

Comunicado da Redação – Natal em Foco
Site de notícias em Natal, aqui você encontra as últimas notícias da Capital e demais municípios do Rio Grande do Norte. Destaque para seção de empregos e estágios, utilidade pública, publicidade legal e ainda Turismo, Web Rádio, Saúde, política, entretenimento e esportes. Natal em Foco, Online desde 2023, anuncie conosco e tenha certeza de bons negócios.

Siga o Natal em Foco Nas Redes Sociais

Tags:,


Desenvolvido por Argo Soluções

:::: PUBLICIDADE :::::

::: Anuncie Conosco - https://natalemfoco.com.br :::